O Governo e Política do Brasil

O Brasil é oficialmente a República Federativa do Brasil, adotando o regime republicano em 1889, depois de um golpe militar chefiado por Deodoro da Fonseca, que viria a tornar-se o 1º Presidente do Brasil. É uma República Federativa Constitucional Presidencialista, com a sede do Governo Federal é em Brasília. O país é constituído por 26 Estados, um Distrito Federal e 5565 Municípios.

Divisão Política do Brasil

O poder é dividido em:

  • Poder Executivo – é representado na pessoa do Presidente da República, Gabinete de Ministros e Secretários. É eleito por voto direto e é eleito para um mandato de quatro anos (com possibilidade de reeleição).
  • Poder Legislativo – é representado pelo Congresso Nacional e é exercido pela Câmara de Deputados e pelo Senado. Cada Estado tem direito a eleger três Senadores que são eleitos por votação majoritária, e a Câmara de Deputados é dividida de acordo com a população de cada estado. O mandato dos Senadores é de 8 anos e o dos Deputados Federais é de quatro anos.
  • Poder Judiciário – está dividido em quatro áreas jurisdicionais: justiça comum, justiça do trabalho, justiça eleitoral e justiça militar.

Sistema eleitoral partidário

O Brasil tem um sistema pluripartidário, ou seja, admite a formação legal de vários partidos. Neste momento, existem mais de trinta partidos políticos registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O partido mais antigo em atividade é o Partido Comunista Brasileiro, enquanto os maiores partidos neste momento são: o Partido do Movimento Democrático Brasileiro, o Partido dos Trabalhadores, o Partido Progressista, o Partido da Social Democracia Brasileira, o Partido Democrático Trabalhista, o Partido Trabalhista Brasileiro e o Democratas; todos possuem mais de um milhão de associados.

A presidente Dilma Rousseff pertence ao Partido dos Trabalhadores e venceu as eleições com uma percentagem de 41,59% para a Coligação “Com a Força do PPolitics of Brazilovo”. Contudo, o sufrágio que elegeu a sucessora de Lula da Silva mostrou uma divisão geográfica no eleitorado, com o Norte e o Nordeste, Minas e o Rio de Janeiro votando mais Dilma, e o Sul e o S. Paulo votando mais Aécio Neves (PSDB).

Author: admin

Share This Post On
--!>