Grandes Filmes feitos no Brasil

O cinema brasileiro desenvolveu-se mais tarde que o cinema europeu ou norte americano. Só em 1930 apareceram as primeiras empresas cinematográficas e produtoras de filmes. Mas desde aí, a produção brasileira tem vindo sempre a ganhar mais adeptos e tem mantido uma média de produção de 90 a 100 longas-metragens por ano. O grande salto no desenvolvimento do cinema brasileiro deu-se em 1960 e ficou conhecido como “Cinema Novo”, quando vários filmes ganharam destaque nacional e internacional.

De acordo com o ranking da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine), estes são os dez melhores filmes brasileiros:

  • 1. Limite (1931), de Mario Peixoto
  • 2. Deus e o Diabo na Terra do Sol (1964), de Glauber Rocha
  • 3. Vidas Secas (1963), de Nelson Pereira dos Santos
  • 4. Cabra Marcado para Morrer (1984), de Eduardo Coutinho
  • 5. Terra em Transe (1967), de Glauber Rocha
  • 6. O Bandido da Luz Vermelha (1968), de Rogério Sganzerla
  • 7. São Paulo S/A (1965), de Luís Sérgio Person
  • 8. Cidade de Deus (2002), de Fernando Meirelles
  • 9. O Pagador de Promessas (1962), de Anselmo Duarte
  • 10. Macunaíma (1969), de Joaquim Pedro de Andrade

Sendo verdade que o cinema brasileiro nunca ganhou um Óscar de Melhor Filme Estrangeiro, mas já esteve nomeado quatro vezes para melhor filme com “O Pagador de Promessas” (1962), “Quatrilho” (1995), “O Que é isso, Companheiro” (1997) e “Central Brasil” (1998), tendo este vencido o Urso de Ouro no Festival de Berlim.

City of GodMais recentemente, o cinema brasileiro ganhou novo fôlego com títulos como “Cidade de Deus” (2002), “Carandiru” (2003) e “Tropa de Elite” (2007). O filme “Cidade de Deus” foi nomeado para quatro Óscares: Melhor Diretor, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Edição e Melhor Fotografia.

O filme brasileiro com o maior sucesso de bilheteria de sempre pertence ao “Tropa de Elite 2” (2011) com um público de 11 milhões. No dia 19 de Junho, comemora-se no Brasil o dia do Cinema Brasileiro.

--!>